terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Da fragilidade do Ser Humano, Zygmunt Bauman

Zygmunt Bauman, filósofo e teórico contemporâneo polonês, deixa-nos uma extensa obra bibliografica com reflexões sobre a sociedade e as mudanças do mundo atual. A sua principal teoria, a da "liquidez" das relações sociais abriu um vasto campo de estudos para as mais diferentes áreas, como a filosofia, a cultura, o relacionamento humano – com muito foco no individualismo e a efemeridade das relações – e até mesmo a revolução que as mídias digitais trouxeram para a sociedade moderna. No elenco das suas obras principais surgem Amor Líquido, Modernidade e Ambivalência, Ética Pós-Moderna, A Sociedade Setiada e tantas outras; talvez menos conhecida, mas não de menor relevo, On Education: Conversations wit Riccardo Mazzeo, Bauman oferece-nos, através de uma riquíssima conversa com o intelectual italiano Riccardo Mazzeo, uma reflexão sobre um tema de magna importância para o nosso futuro colectivo: para que serve a educação, num mundo onde não existem visões claras nem do presente nem do futuro, um mundo de excessos, de redundâncias, de desperdícios, de desigualdades, um mundo de desilusão para tantos jovens que veem o futuro a escapar-lhes e a remetê-los para as margens da sociedade?
No vídeo infra Bauman reflete sobre a individualização da sociedade contemporânea em entrevista exclusiva concedida a Fernando Schüler e Mário Mazzilli na Inglaterra. Democracia, laços sociais, comunidade, rede, pós-modernidade, dentre outros tópicos analisados por uma das grandes mentes da contemporaneidade.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Ferramentas para criar histórias em quadrinhos


Recursos para incentivar a produção autoral de histórias, incluindo cenários, personagens e muitos balõezinhos.

A ferramenta permite criar e compartilhar histórias com diferentes opções de cenários, personagens e expressões. A Pixton também oferece opções de contas para escolas e professores, que contam com um espaço privado para reunir alunos, criar quadrinhos em grupos, gravar narrações e até mesmo trabalhar com ferramentas de avaliação.

Que tal incentivar a produção de histórias utilizando os personagens da Marvel? O site Create Your Own Comic permite montar quadrinhos com Capitão América, Homem-Aranha, Hulk e tantos outros. São diversos templates diferentes que possibilitam criar uma revistinha para salvar, imprimir e até mesmo compartilhar.

Para quem deseja dar vida aos quadrinhos, o site GoAnimate ajuda a montar pequenas animações. Ele oferece personagens, cenários e objetos prontos para serem personalizados por professores, alunos e outros usuários.

A ferramenta permite escolher diferentes templates para criar histórias. Em cada quadrinho, o usuário pode incluir personagens, objetos, balõezinhos e textos. Ao terminar, ele pode imprimir sua revistinha para colorir.

O ToonDoo traz diversas ferramentas para auxiliar na produção de histórias em quadrinhos. São várias opções de cenários, personagens, objetos, carimbos e balõezinhos, além de também permitir a inclusão de fotos.

O Stripcreator possibilita criar e compartilhar histórias curtas, com até três quadrinhos. No site, o usuário consegue escolher entre diversos personagens e cenários para montar a sua tirinha e compartilhar a sua criação.

Para professores e alunos que desejam criar suas próprias ilustrações, o programa Pencil pode ser uma boa solução. Desenvolvido para possibilitar a elaboração de desenhos à mão e no estilo cartoon, ele é considerado uma alternativa para criar animações em 2D de forma simples.


Outras listas


300 aplicativos educacionais abertos para usar em sala de aula
6 filmes com histórias de professores inspiradores para ver na Netflix
Aprenda como estudar em quatro etapas
Neurocientista dá 7 dicas de estudo para o Enem

In PORVIR

domingo, 11 de dezembro de 2016

Áreas fundamentais do currículo escolar

O sociólogo inglês Michael Young, professor emérito de Educação do Laboratório do Conhecimento (Knowledge Lab) do Instituto de Educação da Universidade de Londres, Reino Unido, numa conferência que fez no Brasil em 2013, intitulada Construindo uma Base Nacional Comum, destacou a importância de se proporcionar a todos os alunos um currículo que integre diversas áreas de conhecimentos e não apenas os que se vêem apenas como funcionais, para a vida quotidiana e do trabalho. Tal como preconiza Helena Damião* «Estes "conhecimentos poderosos", que só a escola pode trabalhar convenientemente, potenciam o desenvolvimento de capacidades de pensamento e uma maior justiça social.»
.
* Professora Auxiliar da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da UC.

domingo, 4 de dezembro de 2016

É muito importante tornar a humanidade mais humana

Nuccio Ordine, professor italino de literatura, publicou recentemente o livro - A inutilidade do inútil. Uma obra que deveria ser de leitura obrigatória para quem têm responsabilidade no currículo escolar, desde decisores políticos, até aos professores e diretores, passando pelos pais e encarregados da educação. Nuccio Ordine explica porquê (vídeo infra):


“Não temos consciência de que a literatura e os saberes humanísticos,
a cultura e o ensino constituem o líquido amniótico ideal no qual as ideias
de democracia, liberdade, justiça, laicidade, igualdade, direito à crítica, 
tolerância e solidariedade podem experimentar um vigoroso desenvolvimento.”
Nuccio Ordine

Novo Modelo Pedagógico - "Horizonte 2020"



Jesuïtes Educació, a rede de escolas da Companhia de Jesus na Catalunha, apresentou recentemente o novo modelo pedagógico, "Horizonte 2020", que será implantando de forma progressiva nas suas escolas e que se baseia nos princípios e valores da pedagogia Inaciana e no diálogo permanente com os últimos avanços da pedagogia, psicologia e neurociências.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Jesuítas, Construtores da Globalização


Esta edição, da autoria de Carlos Fiolhais e José Eduardo Franco, dá a conhecer uma das ordens religiosas mais fascinantes e controversas das escolas ocidentais: a Companhia de Jesus, criada em Paris em 1534 pelo basco Inácio de Loiola (1491-1556), e aprovada pelo Papa Paulo III em 1540. É uma das ordens religiosas mais estudadas em escolas ocidentais. 

Tendo surgido logo após as primeiras grandes viagens dos Descobrimentos, os Jesuítas participaram na dinâmica da globalização que essas viagens abriram, e contribuíram, com as suas sistemáticas recolhas, para a grande revolução do conhecimento.
Não se pode estudar a história da cultura, incluindo a religião, a ciência, a filosofia, a literatura e a arte, sem levar em conta os contributos dos Jesuítas. Os padres da Companhia estiveram nos centros nevrálgicos das decisões, das transformações e recomposições sociais e políticas desde o início da modernidade, tendo protagonizado o primeiro processo de globalização.
Num século em que Portugal detinha um império marítimo polvilhado de fortalezas e feitorias, foi no nosso país que encontraram o acolhimento para se lançarem na sua aventura de evangelização planetária.
Este livro pretende revisitar a história mundial desta ordem, com foco especial na relação dos Jesuítas com a história da globalização portuguesa, pouco mais de duzentos anos após a Restauração da Companhia de Jesus decretada pelo papa Pio VII em 1814, apresentando os grandes marcos desta história e acompanhando a projeção mundial desta Ordem, enfatizando as inovações e os sucessos, mas sem escamotear as fraquezas e os insucessos.

Ficha técnica:

Título:  Jesuítas, Construtores da Globalização
Autor:  José Eduardo Franco e Carlos Fiolhais
Edição: CTT (2016)
Design: Design&etc
Formato:  245 X 245 mm
Páginas:  176
Tiragem: 4000 exemplares
ISBN: 978-972-8968-77-9
_________

Apresentação da obra "Jesuítas, Construtores da Globalização" de José Eduardo Franco e Carlos Fiolhais
por José Augusto Bernardes (Faculdade de Letras da UC).
.
Horário: 15 de dezembro - 16H00
Local: Museu da Ciência (Universidade de Coimbra) - Anfiteatro do Laboratorio Chimico
Entrada livre

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

ENCONTRO "POR UMA NOVA ESCOLA"

No dia 17 de dezembro, realiza-se na Escola Superior de Educação de Lisboa, em colaboração com a Rede Educação XXI (instituição de formação de professores e de outros agentes educativos), o I Encontro da Rede Educação Século XXI, sob o tema "Por uma Nova Escola". O Encontro, acreditado como ação de curta duração, contará com a participação de importantes oradores, nacionais e estrangeiros, organizados em dois painéis.
Para informações mais pormenorizadas, consultar o cartaz infra. As inscrições far-se-ão em https://goo.gl/46aA6y.

Rede GPS - Global Portuguese Scientists

GPS é a nova plataforma que permite saber as coordenadas para encontrar os investigadores portugueses pelo Mundo. 



Por onde andam e o que têm para dizer os cérebros que importámos lá para fora. “É uma necessidade que temos, esta de conhecer os cientistas portugueses pelo mundo. O GPS conecta pessoas. Nós precisamos delas, ainda mais se forem cientistas. Mas onde estão eles? Vai passar a saber-se”, garantiu Carlos Fiolhais.

O que nos torna humanos?

Excelente documentário que vale a pena ver!
 



quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Congresso Internacional "Escola Inclusiva..."

Divulga-se o Congresso Internacional «Escola Inclusiva: Educar e Formar para a Vida Independente», que decorrerá na Casa das Histórias Paula Rego, Cascais, dia 3 de Dezembro.
Inscrições:
1 a 20 de novembro – 20,00€
21 de novembro a 2 de dezembro – 30,00€
Inscrições através do email cercica@cercica.pt enviando os seguintes dados: nome, morada e NIF (para envio de fatura) e comprovativo de transferência bancária.
IBAN: PT50 0035 0734 00004216130 02
A conferência terá tradução bilingue (PT/EN) e língua gestual.
Programa:
08:30 – Registo dos participantes
09:30 – Mesa de abertura
• Secretário de Estado da Educação, João Marques da Costa
• Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras
• Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Artur Santos Silva (a confirmar)
• Diretor do Centro de Formação de Escolas de Cascais, José Marcelino
• Vice-Presidente da Direção da CERCICA, Rosa Maria Lucas Neto
10:15 – Conferência “Advancing Inclusive Education: Transformative Steps on the Path”
Gordon L. Porter, Inclusive Education Canada, Education Training Group, University of New Brunswick
11:00 – Coffee break
11:30 – Conferência “Educação Inclusiva: resistir pela escola que queremos”
David Rodrigues, Associação de Professores de Educação Especial, Centro de Investigação do IE/UL, Conselho Nacional de Educação
Moderador: Pedro Cunha, Direção-Geral da Educação
12:15 – Debate
12:45 – Almoço livre
14:00 – Conferência “Formação de professores para a inclusão”
Teresa Leite, Escola Superior de Educação de Lisboa, Conselho Nacional de Educação
15:00 – Painel “Escola Inclusiva de 2ª Geração”
Luísa Ucha, Secretaria de Estado da Educação - Grupo de Trabalho Escola Inclusiva
Manuela Tender, Assembleia da República - Grupo de Trabalho Educação Especial (a confirmar)
Moderadora: Filomena Pereira, Direção-Geral da Educação
16:00 – Debate
16:30 – Mesa de encerramento
• Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Frederico Pinho de Almeida
• Diretor do Centro de Formação de Escolas de Cascais, José Marcelino
• Vice-Presidente da Direção da CERCICA, Rosa Maria Lucas Neto

Mais informações aqui.